MATÉRIA

Primos de família evangélica morrem na explosão de veículo GNV.

Na noite de sábado (15.11), os primos Mateus Magno Rosani de Oliveira e Gustavo de Souza Oliveira, ambos com nove anos de idade, morreram após explosão do veículo no posto Grifo, na Avenida Pastor Martin Luther King, no bairro de Colégio, Rio de Janeiro. Além das crianças, estavam no automóvel, Magno de Souza Oliveira (44), Edneia Rosane de Oliveira (47) e Letícia Rosane de Oliveira (19), pai, mãe e irmã de Mateus, que sofreram ferimentos leves.

A notícia chocou e ressaltou a falta de fiscalização e descaso dos postos GNV no cumprimento da lei municipal 5.783/2014, de autoria do Vereador Alexandre Isquierdo (PMDB).

A lei foi criada para proteger o usuário do serviço e prevenir tragédias, avisos devem estar visíveis nos postos de abastecimento, informando a proibição do abastecimento de gás natural veicular enquanto houver pessoas no interior do veículo, o descumprimento acarreta em punição e multa para o proprietário do posto.

Não é a primeira vez que um veículo explode durante o abastecimento, no dia 12 de julho de 2013, um veículo explodiu durante o abastecimento num posto de gasolina na Rodovia Washington Luiz, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. No acidente duas crianças morreram e um homem ficou gravemente ferido.

A família de Mateus é evangélica e frequenta a Comunidade Evangélica Cristã de Vila da Penha. Amigos e familiares estão chocados com a perda e pedem orações.

Por @wjuniorprodutor